Festa junina já foi chamada de ‘joanina’ em homenagem ao santo católico

Está chegando a época mais esperada do ano para muitos brasileiros amantes de comidas típicas: a festa junina. Mas você sabia que essa tradição tem raízes lá na Europa?

No século 16, os europeus aproveitavam o solstício de verão, que é o dia mais longo do ano, em 21 de junho, para fazer uma grande comemoração para afastar maus espíritos e pedir proteção para a colheita.

Quando os portugueses chegaram ao Brasil, trouxeram essa festa na bagagem. Inicialmente, ela era conhecida como “festa joanina”, em homenagem a São João. O santo católico continua sendo comemorado no mês, assim como São Pedro e Santo Antônio, o “casamenteiro”.

Milho, amendoim e mandioca: estrelas da festa

 

Pipoca, pamonha, bolo… O milho não se sobressai só em junho. O alimento domesticado há mais de 10 mil anos faz parte da base alimentar dos povos das Américas.

Até hoje ele ocupa uma posição de destaque na agricultura brasileira: é o grão mais cultivado depois da soja.

Além de versátil e saboroso, ele tem um valor nutricional significativo, sendo fonte importante de carboidratos, fibras e compostos bioativos.

FONTE: G1.COM

Compartilhe nas redes sociais
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Como posso te ajudar?